Bolsonaro prefere que o filho Eduardo permaneça no Brasil por conta do partido

Bolsonaro sobre pacote anticrime: “Para ser temido por marginais e não pelo cidadão de bem”

Foto: AgBr

Redação VN
[email protected]

O presidente Jair Messias Bolsonaro (PSL), prefere que o seu filho Eduardo Bolsonaro( PSL-SP), permaneça no Brasil para ajudar a pacificar o PSL e abra mão de uma indicação como embaixador dos Estados Unidos. Em visita ao Japão, o presidente concedeu uma rápida entrevista e avaliou o caso.

“Obviamente, isso o Eduardo vai ter de decidir nos próximos dias, talvez antes de eu voltar ao Brasil. No meu entender, o mais estratégico é ele ficar no Brasil, até para pacificar o partido e ver o que pode catar de caco, porque teve gente que foi para o excesso. É igual um casal, chega um ponto de um problema que não tem mais retorno por parte de alguns”, comentou.

Bolsonaro ainda disse que caso Eduardo decida permanecer no Brasil, a ideia é nomear o diplomata Nestor Forster, como embaixador nos Estados Unidos. “Nós temos lá o Nestor Forster. Ele é é um bom nome. Obviamente, o Eduardo desistindo que eu mande o nome dele ao Senado, tendo em vista a importância na politica dentro do partido, o Forster é um bom nome para ser consolidado lá”, disse.

O post Bolsonaro prefere que o filho Eduardo permaneça no Brasil por conta do partido apareceu primeiro em Varela Notícias – Conectado aos Baianos.

(Visited 4 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *