Caso Theo: Casal acusado de homicídio e ocultação de cadáver é solto

Caso Theo: Casal acusado de homicídio e ocultação de cadáver é solto

A justiça concedeu habeas corpus ao casal preso no começo do mês de setembro deste ano em Itapetinga, acusado de matar o pecuarista Júlio César Correia de Almeida, conhecido por “Theo”.

A decisão foi do Tribunal de Justiça (TJ) do Estado da Bahia que acatou os argumentos da defesa de que a prisão preventiva não pode servir para antecipação de pena e que Alana Nascimento de Oliveira, 38 anos, e Elvis Santos Campos, o “Buga”, 36 anos, são primários, têm bons antecedentes e também tem residência fixa.

O casal deixou a delegacia de Itapetinga no fim da tarde desta quarta-feira (13), por volta das 17h30, acompanhado por um advogado.

Em setembro, Janes Neres Nascimento, de 59 anos, apontada pela polícia como mentora do assassinato do pecuarista, foi liberada da delegacia, após decisão do Supremo Tribunal Federal (STF). Desde então, ela cumpre prisão domiciliar por causa de problemas de saúde.

Janes foi indiciada pela Polícia Civil por homicídio e Alana e Elvis foram indiciados por homicídio e ocultação de cadáver.

Agora, os acusados vão poder passar o Natal com a família, até o julgamento do caso.

No vídeo acima você confere a reportagem produzida pelo IRepórter durante a operação a ‘Grande Família’. O trabalho da Polícia Civil resultou na prisão das três pessoas, acusadas do crime de maior repercussão de 2019 em Itapetinga. Assista ao vídeo e confira!

(Visited 2 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *