Doce Mel e Olímpia iniciam neste domingo decisão por vaga na elite do Baianão

Doce Mel e Olímpia iniciam neste domingo decisão por vaga na elite do Baianão

Equipes já se enfrentaram duas vezes na competição (Foto: Giro Ipiaú)

*Do A Tarde

Doce Mel e Olímpia começam a decidir neste domingo, 19, o título da divisão de acesso do Campeonato Baiano. No mando de campo do Doce Mel, o estádio Pedro Caetano, em Ipiaú, às 15h, os times fazem a primeira partida da final, que decidirá vaga na elite do Baianão-2020. Nos dois confrontos pela fase de classificação, os finalistas empataram duas vezes em 1 a 1. “Essa partida será um tira-teima”, concluiu o diretor administrativo do Doce Mel, Rodrigo Andrade. Ele relatou que a cidade está animada e os cerca de 2.300 lugares no estádio serão insuficientes para toda a torcida local. “O ingresso é R$ 20 e a gente ainda dá uma camisa do time. Não só de Ipiaú, mas muitas pessoas das regiões de Jequié, Ibirataia, Jitaúna e Ubatã pediram reserva de ingressos. Mas quem ficar do lado de fora do estádio vai poder assistir à partida pela televisão”, tranquilizou Andrade. A TVE transmite o confronto.

Estádio deve chegar a lotação máxima neste domingo (Foto: Giro Ipiaú)

Ao contrário do Olímpia, estreante na Série B e (se for campeão também vai estrear na Série A), o Doce Mel já tem um histórico, mas com o nome antigo: Atlanta, que era sediado em Jequié. jogou na Segunda Divisão. O clube já chegou a jogar a elite estadual e havia disputado a 2ª Divisão pela última vez em 2008. “O dono da equipe, Alípio Oliveira, ainda não tinha conseguido transferir o nome da empresa de polpa de frutas para Doce Mel, e optou por colocar Atlanta”, explicou o diretor. Andrade contou, ainda, que para o torneio deste ano o clube-empresa formou uma base com atletas do Jacobina. “Trouxemos 14 jogadores do time e alguns do Intermunicipal para formar a base”, informou. O clube tem folha salarial de R$ 50 mil por mês.

O Olímpia vai encarar uma equipe empurrada pela torcida local. Dona da melhor campanha, a equipe de Lauro de Freitas fará a partida de volta no estádio de Pituaçu, no domingo, 26, às 15h. Na primeira fase, o Olímpia somou sete vitórias, dois empates e apenas uma derrota: para a Unirb, na penúltima rodada, quando já estava classificado por antecipação. Até agora, o time balançou as redes adversárias 19 vezes e sofreu só cinco gols. Já o Doce Mel venceu cinco partidas, empatou três e perdeu duas. “Nós vamos a Ipiaú para vencer”, afirmou Ivan Conceição, diretor do clube, antecipando o resultado que projeta para o esperado tira-teima, já que os times só empataram no confronto direto.

Assim como o Doce Mel, o Olímpia estuda uma premiação para distribuir aos jogadores em caso de ascensão à Série A. O ambiente entre os 39 jogadores é o melhor possível, segundo Conceição. Responsável por montar a equipe, com a supervisão do jogador Anderson Talisca, dono do clube, ele preferiu selecionar atletas conhecidos do Campeonato Intermunicipal.

Mas trouxe também jogadores pernambucanos, a exemplo de William e Kelvin, emprestados pelo Santa Cruz. A folha salarial é modesta como a do Doce Mel, ambas girando em torno de R$ 50 mil, segundo informaram dirigentes das duas equipes finalistas. “Acreditamos que vai ser um jogo aberto, em que as duas equipes possam mostrar futebol”, previu o dirigente.

O post Doce Mel e Olímpia iniciam neste domingo decisão por vaga na elite do Baianão apareceu primeiro em Giro Ipiaú.

(Visited 6 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *