DPT/Itapetinga: Equipe de peritos passa por capacitação e alguns exames não vão mais para Salvador

DPT/Itapetinga: Equipe de peritos passa por capacitação e alguns exames não vão mais para Salvador

O Fórum de Segurança Pública (FSP) publica anualmente estatísticas de violência no Brasil. Segundo os pesquisadores, só em 2018, o país atingiu o recorde de registros de estupros. Foram 66 mil vítimas, o equivalente a 180 estupros por dia.

Por mais repugnante que seja essa modalidade de crime acontece nas grandes e pequenas cidades. A maioria das vítimas é menor de idade, do sexo feminino e este tipo de violência acontece dentro de casa.

Aos poucos, os órgãos de segurança pública vão fechando o cerco contra os agressores. Em Itapetinga, por exemplo, a Coordenadoria Regional de Política Técnica tem avançado na realização de exames para atender com qualidade e eficiência a população local e regional.

Além de Itapetinga, o DPT responde por mais 12 municípios, que fazem parte do Médio Sudoeste Baiano. Recentemente, uma equipe de peritos criminais passou por capacitação em exames na área de genética e biologia, possibilitando a ampliação de exames realizados em Itapetinga. Agora, exames antes realizados apenas em Salvador, com prazo de entregas superior a 60 dias, atualmente são entregues em até 15 dias.

Durante entrevista ao site IRepórter, a Coordenadora Regional de Polícia Técnica (CRPT), Isnara Martins, comentou o assunto. Segundo ela, exames de pesquisa e qualificação sanguínea, pesquisa de PSA e espermatozóide são apenas alguns dos que são realizados em Itapetinga. Além disso, haverá maior celeridade na entrega destes resultados, propiciando agilidade no processo judicial com um tudo.

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *