Em clima caseiro, Vivendo do Ócio se apresenta no Pelourinho

Em clima caseiro, Vivendo do Ócio se apresenta no Pelourinho

Depois de lançar o primeiro single do próximo álbum, a banda baiana de rock Vivendo do Ócio se apresenta neste sábado (19), a partir das 17h, no Largo Pedro Archanjo, no Pelourinho. O show será o ponta pé no desenvolvimento do disco Cê Pode, homônimo a canção inédita, que será finalizado em 2020.

A banda se apresenta na última edição do Facomsom neste ano, festival de bandas universitárias que reúne mais três grupos para tocar no Centro Histórico: Rubatosis, Tangolo Mangos e Underismo. As três foram selecionadas a partir de um concurso de bandas, promovido através de um edital e que teve votação popular. No sábado (19) será anunciada a colocação das três finalistas.

Para Jaja Carvalho, vocalista da Vivendo, o show vai ter um clima muito caseiro, tanto para a banda, que atualmente está em São Paulo, quanto para o público, que vai acompanhar as canções no espaço onde a carreira do grupo começou.

“Desde o início sempre participamos de festivais. É uma iniciativa muito importante dar espaços para as bandas novas, além do festival ser um lugar de intercâmbio”, Jaja Carvalho, sobre a iniciativa dos festivais

“A saudade é sempre grande e nunca vamos deixar de tocar na nossa terra. A energia do público baiano é única, afinal, aqui é o começo de tudo, sempre viremos recarregar nosso nível de dendê”, contou. No repertório, além da canção solo do trabalho novo, a banda preparou os grandes sucessos de carreira pedidos pelos fãs.

Sobre o novo projeto, o artista lembra que esse momento é apenas o início dele e que representa “uma nova fase que estamos entrando”, como afirmou. “Os temas das letras do disco novo estão bem diversificados e Cê Pode é uma música que que tem essa veia de protesto”, completou. Vivendo do ócio esteve no fim de setembro no Rock in Rio, e se apresentou Palco Supernova, junto com o outro grupo baiano, Maglore.

Banda Rubatosis durante a participação nos pocket show, que aconteceu no Rio Vermelho (Foto: Produtora Júnior / Divulgação)

Produzido por alunos integrantes da Produtora Júnior, Empresa Júnior de comunicação da Universidade Federal da Bahia, o festival Facomsom tem também como objetivo lançar e dar espaço a música alternativa baiana.

Foi motivado por esse movimento que Moacir Passos, baixista da Rubatosis, se inscreveu no edital de seleção: “É uma grande oportunidade dividir palco com bandas já consolidadas nesse cenário, como Vivendo do ócio. É também uma troca de público, de energia’’.

Facomsom 2019
O quê: festival de música Facomsom 2019
Quando: sábado (19), a partir das 17h
Onde: Largo Pedro Archanjo (Pelourinho)
Ingresso: R$20 | R$10
Venda: na bilheteria no local do show e site do Sympla (https://www.sympla.com.br/facomsom-2019__651656)

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *