Ex-motorista afirma ter sido usado como laranja por Alexandre Frota

Alexandre Frota pede saída de Eduardo Bolsonaro da presidência do PSL em São Paulo

Edilson Rodrigues/Agência Senado)

Redação VN
[email protected]

Marcelo Ricardo Silva, afirma ter sido usado como laranja pelo deputado federal do PSL, Alexandre Frota e também o acusa da prática de caixa 2 durante a campanha eleitoral, conforme publicou o jornal Folha de São Paulo, neste sábado (08).

As informações dadas ao jornal, foram as mesmas do depoimento feito junto ao Ministério Público Federal. Ele disse que assumiu, a pedido do atual parlamentar, a titularidade de duas empresas que eram de Frota em troca de promessas de compensações. Afirmou também que recebia, por orientação do deputado, pagamentos de terceiros e os repassava para a mulher de Frota. Ele também afirmou que trabalhou na campanha que elegeu o parlamentar e que foi pago por empresários amigos de Frota, recursos que não foram declarados à Justiça Eleitoral. Marcelo chegou a trabalhar no gabinete de Frota, mas foi exonerado.

Em nota, o deputado disse que era vítima de ‘ameaças e extorsão’. “Dessas condutas criminosas, em março de 2019, o deputado lavrou um boletim de ocorrência na Polícia Civil de Cotia (SP) e uma representação perante a Polícia Legislativa da Câmara dos Deputados (razão porque o mesmo está proibido de lá adentrar)”, declarou Frota em nota.

O post Ex-motorista afirma ter sido usado como laranja por Alexandre Frota apareceu primeiro em Varela Notícias – Conectado aos Baianos.

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *