Festival Virada Sustentável divulga programação

Festival Virada Sustentável divulga programação

Maior festival de cultura, mobilização e educação para a sustentabilidade da América Latina, o Virada Sustentável volta a acontecer em Salvador, de 8 a 10 de novembro. Nesta terça (29), os organizadores do evento lançaram, no Teatro vIla Velha, a programação oficial da terceira edição , que esse ano vem com o tema O Centro Pulsa – a Vida em Movimentos.

“A Virada é um festival plataforma que possibilita que a gente levante e traga discussões das principais pautas da nossa cidade”, explicou Alice Barreto, Condutora do Movimento Salvador Meu amor, um dos realizadores do festival. Ela pontuou que o objeto do evento, através de pautas comuns, da cultura, das diversas linguagens artísticas, da educação e da mobilização social, é possibilitar a produção de ações e comunicar em direção à sustentabilidade.

E é pensando dessa forma que o festival já tem confirmada a participação de 120 projetos e mais de 300 atividades completamente gratuitas, em 50 espaços, divididos em cinco áreas, definidas como “Centros Pulsantes” da cidade: Centro Histórico, Campo Grande, Comércio, Parque da Cidade e Centro Pulsante Expandido.

Alguns dos projetos estiveram presentes no lançamento. Entre eles, o Móvisu, ação complementar a uma intervenção que acontece no bairro do Nordeste de Amaralina, chamada de Espetinho, um encontro de carros tocando música de vários ritmos. A ação realiza um espetáculo que mistura música e arte visual, fazendo o “centro pulsar no Nordeste de Amaralina”.

Outro projeto é o Espaço Zen, que acontece no Passeio Público e é um lugar reservado para a meditação. “O espaço Zen é um espaço de meditação, sabedoria, autocuidado, de massagem e de autoconhecimento”, explicou o terapeuta tântrico Rajan Irineu, que junto com uma equipe vai estar no Passeio Público ajudando as pessoas a “encontrar equilíbrio nesse centro pulsante que somos nós em meio a esse caos que a gente vive”, completou.

Projetos que têm presença na vida da cidade como o Culinária Musical, do ator e chefe Jorge Washington; o Diálogos Insubmissos de Mulheres Negras, que promove a produção e a divulgação literária; a Mostra Itinerante de Cinemas Negros – Mahomed Bamba, a Feira da Sé e a Feira Vegana são outras iniciativas que vão acontecer durante os três dias do Festival.
O Centro Histórico será palco dos principais shows e atividades artísticas. O Largo do Pelô, por exemplo, receberá, sábado (09) e domingo (10), shows de artistas com Djonga, Ilê Aiyê, Nara Couto, Orquestra Reggae de Cachoeira, Ministereo Público, Xarope MC e Festa Punanny (Miss Ivy e DJ Nai Kiese).

Durante os três dias, serão realizadas ações específicas de descarte de resíduos sólidos, com pontos de coleta seletiva de recicláveis, eletrônicos e rejeitos, em parceria com a LEVE Consultoria Ambiental. E ainda pontos de troca, doação e retirada de livros novos, usados ou restaurados, espalhados pelos principais Centros Pulsantes.

A Virada Sustentável foi criada em 2011, em São Paulo. Em Salvador, tem patrocínio da CMPC e Uber Eats, e copatrocínio da Liberty Seguros. Conta também com o patrocínio da Braskem e do Governo do Estado, através do Fazcultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura do Estado da Bahia, o apoio institucional da Prefeitura Municipal do Salvador, e a parceria do Salvador Meu Amor. A Virada Sustentável é uma correalização do Instituto Virada Sustentável e Rede AMO de Comunicações Socioculturais, e realização da DaCultura Projetos e Soluções, e da Secretaria Especial da Cultura, Ministério da Cidadania e Pátria Amada Brasil e Governo Federal.

Confira toda a programação no site da Virada www.viradasustentavel.org.br.

Serviço

O quê: Virada Sustentável Salvador 2019,
Quando: 8, 9 e 10 de novembro
Todas as atividades são gratuitas

* Com orientação da editora Ana Cristina Pereira

(Visited 2 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *