Lauro: Pré-candidato, dono do Atakarejo pode ser investigado por campanha antecipada

Lauro: Pré-candidato, dono do Atakarejo pode ser investigado por campanha antecipada

Pré-candidato para a prefeitura de Lauro de Freitas nas eleições municipais de 2020, Teobaldo Costa, proprietário da rede de supermercados Atakarejo, pode estar cometendo irregularidades. Isso porque, segundo denúncias de moradores, panfletos com seu nome e do companheiro de chapa, Mateus Reis, estariam sendo distribuídos em localidades da cidade.   Se apresentando enquanto possuidor de “uma linda história de humildade, trabalho e superação” e enumerando propostas como “investimento em educação de tempo integral”, “aceleração na marcação de exames e consultas” e o “apoio para o pequeno empreendedor”, os materiais podem se enquadrar, segundo o Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA), como uma campanha eleitoral antecipada. A infração, se constatada, poderá render ao empresário o pagamento de multa.   A promotora de Justiça Eleitoral de Lauro de Freitas, Patrícia Peixoto de Mattos, explicou que os fatos, no entanto, não revelam crime eleitoral. Ela informou que uma investigação será instaurada contra o pré-candidato para apurar o conteúdo do material, bem como “quem foi o responsável pela elaboração do mesmo, se o suposto candidato teria prévio conhecimento e se o material pode ser considerado como pedido explícito de voto”.   “A simples apresentação do indivíduo como candidato ao cargo eletivo não é vedada por lei. Aos possíveis candidatos é permita a sua apresentação como pré-candidato, inclusive sendo-lhe permitido conceder entrevistas. O que a lei veda é a sua apresentação acompanhada de pedido de voto ao eleitor fora do prazo permitido pela legislação competente”, completou a promotora.   Veja o material: Foto: Reprodução / Leitor BN Foto: Reprodução / Leitor BN

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *