Lula questiona facada em Bolsonaro e diz que “o país finalmente vai conhecer a verdade”

Lula questiona facada em Bolsonaro e diz que “o país finalmente vai conhecer a verdade”

Foto: Reprodução / Youtube

Redação VN
[email protected]

O ex-presidente Lula concedeu mais uma entrevista na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, está preso desde abril do ano passado. A conversa com o petista foi transmitida na noite quinta-feira (13) pela TV dos Trabalhadores. Durante a entrevista, Lula voltou a criticar o governo Bolsonaro, questionou a facada que atingiu o então candidato e afirmou que a verdade virá a tona, após vazamentos de conversas do ministro Sérgio Moro.

“O país pariu essa coisa chamada Bolsonaro”, afirmou Lula, que questionou a facada no então candidato Bolsonaro durante campanha em Juiz de Fora, Minas Gerais: “Eu, sinceramente…aquela facada tem uma coisa muito estranha, uma facada que não aparece sangue, que o cara é protegido pelos seguranças do Bolsonaro”.

Questionado sobre os eleitores que se sentiram traídos pelo PT, Lula afirmou que este grupo não poderia ter votado em Jair Bolsonaro: “Alguém que se sentiu traído pelo PT não poderia ter votado no Bolsonaro. Se o cara se sentiu traído, poderia ter votado em coisa melhor, o Boulos foi candidato, o Ciro, embora não mereça porque é muito grosseiro, foi candidato”.

Foto: Reprodução / Youtube

Durante a entrevista, Lula revelou que quer voltar à presidência para “rever e refazer coisas que eu não tinha consciência de que era preciso fazer” e criticou a baixa concorrência entre os veículos de comunicação. “Esse país não pode ter os meios dominados por nove famílias. É preciso regular. A última regulação é de 1962, quando não se tinha nem telefone celular”.

Lula aproveitou o momento para comentar os vazamentos de conversas que já atingiram o ministro Sérgio Moro com o procurador Deltan Dallagnol, divulgadas pelo The Intercept, que garante ter recebido de fonte anônima:

“Estou ficando feliz com o fato de que o país finalmente vai conhecer a verdade”, afirmou, lembrando que sempre disse que o “Moro é mentiroso” e estava “condenado a condená-lo” pois “a mentira tinha ido muito longe”. Lula afirmou ainda que o procurador Deltan era quem deveria ter sido preso por dizer que não tinha provas, mas tinha convicção. “Ele deveria ter sido preso ali.”

Lula voltou a afirmar que vai casar após sair da prisão e revelou outras atividades pessoais que pretende realizar quando for solto: “Já falei que vou casar. Ver o meu Corinthians jogar, ver a minha família. Eu já falei pra todo mundo que, quando eu sair daqui, eu vou casar”, disse.

“Vi pessoas invadindo caminhão de lixo para catar comida para comer. E nós tínhamos acabado com a fome”, afirmou Lula.

O post Lula questiona facada em Bolsonaro e diz que “o país finalmente vai conhecer a verdade” apareceu primeiro em Varela Notícias – Conectado aos Baianos.

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *