Modelo sofre queimadura de 2º grau após procedimento estético

Modelo sofre queimadura de 2º grau após procedimento estético

Foto: Reprodução Instagram

Redação VN
[email protected]

A modelo e surfista Laura Cavalcante, 23 anos, denunciou um clínica de procedimentos estéticos em Maceió, que foi responsável por fazer queimadura de 2º grau na pele da cliente. Laura contou que foi convidada pela clínica para realizar o procedimento, em troca, ela divulgaria a empresa com postagens em sua conta oficial no Instagram.

O primeiro contato pessoal da modelo com a clínica aconteceu quando ela foi ao local fazer uma avaliação da posterior da coxa e um clareamento de uma zona escurecida perto da virilha. Dias depois desse primeiro momento, ela voltou ao estabelecimento para fazer uma fotodepilação e foi atendida por uma profissional diferente da que a atendeu pela primeira vez.

Logo no começo da sessão, Laura começou a se queixar de fortes dores na região que estava sendo realizado o procedimento, mas as profissionais afirmaram ser algo comum. Laura acabou indo para no hospital, onde foi diagnosticada a queimadura de 2º grau. Ela preferiu não divulgar o nome da empresa já que possui um inquérito em aberto.

As lesões devem levar até dois anos no período de regeneração, e os locais que foram queimados não podem ser expostos ao sol.

Ver essa foto no Instagram

(CONTEÚDO DELICADO) O antes e depois que os stories de algumas clínicas de estética e que algumas blogueiras não compartilham. Depois de DOIS MESES pensando em como e qual mensagem transmitir, me senti na obrigação ética de vir contar o que aconteceu comigo. É bom pontuar que TUDO o que eu falar aqui é com base no laudo técnico e parecer médico. Fui CONVIDADA por uma uma clínica CONCEITUADA em Maceió a realizar uns procedimentos p/ DIVULGA-LA. N tinha nada que me incomodava, decidi fazer fotodepilação na parte posterior da coxa pq os pelos encravavam mt e o resultado foi esse: queimaduras de 2º GRAU e risco iminente de morte e infecção pela ausência de primeiros socorros adequados. Fui avaliada por duas profissionais antes de realizar o procedimento e nenhuma delas me alertou sobre os riscos que eu sofria, nenhuma delas me fez perguntas. Durante o procedimento, quando eu disse que estava doendo muito, fui informada de que se tratava de uma região sensível, e por isso a dor era maior. Eu me contorcia a cada disparada da máquina. Ao final do procedimento, comecei a me tremer demais e a sentir uma dor INSUPORTÁVEL. Fui informada por DUAS funcionárias que minha tremedeira se tratava de frio e nervosismo pela dor. Depois, descobri que, pela profundidade e ausência de encaminhamento imediato ao hospital, meu corpo estava perdendo muito calor para o meio e a tremedeira estava anunciando um choque iminente. O absurdo da falta de estrutura e profissionalismo foi evidente no pré, durante e depois da lesão corporal – decidi ir ao hospital POR MINHA CONTA devido a dor insuportável qnd vi que as tentativas delas de parar minha dor só estavam aumentando a ardência e a minha tremedeira e calafrios estavam aumentando tb, ninguém da clínica me disse que eu estava queimada e precisava ser socorrida imediatamente, disseram que o médico provavelmente passaria um antialérgico, pois se tratava de alergia. Depois, ainda fui informada pela dona da clínica de q foi superficial e n ficariam cicatrizes (como vcs podem ver, não foi isso que aconteceu) e que … CONTINUA NOS STORIES E NOS COMENTÁRIOS …

Uma publicação compartilhada por @ lauracavalcante em 3 de Set, 2019 às 8:11 PDT

O post Modelo sofre queimadura de 2º grau após procedimento estético apareceu primeiro em Varela Notícias – Conectado aos Baianos.

(Visited 4 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *