Seguranças suspeitos de chicotear garoto em supermercado de SP são indiciados por tortura

Seguranças suspeitos de chicotear garoto em supermercado de SP são indiciados por tortura

Folhapress

O garoto de 17 anos torturado por dois seguranças após furtar barras de chocolate de uma unidade do supermercado Ricoy, na zona sul de São Paulo, reconheceu os suspeitos como os responsáveis pelo espancamento.

O garoto foi levado, na tarde desta segunda-feira (9), ao 80º DP, em Vila Joaniza, onde o caso é investigado. Após o trâmite, o delegado Pedro Luís de Sousa indiciou os suspeitos -que já estavam presos -, pelo crime de tortura.

O segurança David de Oliveira Fernandes, 37, foi localizado e preso na última sexta (6). Ele já tinha ficha criminal por apropriação indébita (quando alguém usa ou pega para si um bem que não é seu ou tira algum proveito dele causando prejuízo ao verdadeiro proprietário).

O segundo suspeito, Waldir Bispo dos Santos, 49, também com ficha criminal por lesão corporal contra a mulher, foi preso no sábado (7). Ele se apresentou na Deatur (Delegacia de Apoio ao Turista), o 2ª DP do aeroporto de Congonhas (zona sul), e foi encaminhado ao 80º DP.

Ambos tiveram prisão temporária decretada pela Justiça na quarta (4) e tinham sido desligados da empresa terceirizada que faz a segurança do Ricoy. Em nota, a KRP Valente Zeladoria Patrimonial afirmou que lamenta os fatos.

Segundo as investigações, Fernandes foi o responsável por filmar a sessão de tortura. Já Santos teria chicoteado o garoto. A tortura é um crime inafiançável, imprescritível e não pode nem ser perdoado mediante indulto oferecido pela Presidência da República.

O menino foi retirado da casa de um de seus irmãos e levado para um abrigo da prefeitura. A família do menino alegou que sofreu ameaças e recebeu a visita de pessoas desconhecidas nos últimos dias. Por isso, autorizou a ida dele na última sexta-feira (6) para um espaço da rede assistencial para crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade.

O Conselho Tutelar de Cidade Ademar (zona sul) também pediu a inclusão dele no Programa de Proteção a Crianças e Adolescentes Ameaçados de Morte, do governo federal.

O post Seguranças suspeitos de chicotear garoto em supermercado de SP são indiciados por tortura apareceu primeiro em Varela Notícias – Conectado aos Baianos.

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *